Depoimentos:

Lak Lobato, paciente

Quando entrei para o programa de Implante Coclear do HCFMUSP, sabia que meu caso não era favorável, porque tinha mais de 20 anos de surdez. Mesmo assim, Dr. Koji sempre se mostrou confiante e favorável ao meu IC. Isso fez uma enorme diferença, porque ele é o tipo de médico que nos enxerga como pessoas inteiras e não apenas pacientes em potencial. Fiz 2 cirurgias com ele e divulgo meu caso num blog sobre o tema. Só posso dizer que, pra mim, Dr. Koji é um anjo que trouxe a poesia sonora aos meus ouvidos!

Patricia Scharff, mãe de Bruno e Felipe

Ter o Dr. Koji como médico é um privilégio e uma benção. Quando chegamos para a primeira consulta, o Bruno e Felipe eles estavam com 5 meses. Foi atencioso, compreensivo e muito cauteloso conosco, pais. De uma forma simples, mostrou para nós que ter mais dois filhos com deficiência auditiva também era uma benção e, de forma carinhosa, nos acalmou frente a mais esse desafio, pois não seria uma cirurgia, mas duas. Sempre muito ético e humilde nos ligou comunicando que havia dado tudo certo e que estava agendando a cirurgia.

Nossa gratidão é eterna. Não esquecemos os momentos que antecederam a cirurgia, quando o Felipe entrou para a cirurgia ele veio todo sereno nos tranquilizar, quando terminou lá vem ele todo tranquilo para levar o segundo, Bruno, com a mesma tranquilidade, como se estive sendo a primeira cirurgia do dia. Cada um dos gêmeos era único para ele.

Hoje Bruno e Felipe estão com 3 anos de idade e 2 anos no mundo dos sons. Desde a primeira consulta até hoje sempre que vamos ao HC sempre no encontramos, pois ele faz questão de acompanhar a evolução do Bruno e do Felipe e isso é importante para nós pais. O Dr Koji foi além de colocar os 22 eletrodos, ele quer ver a evolução da linguagem da criança.

Percebemos no olhar dele que está satisfeito e que é maravilhoso saber que somos mais uma família feliz e que a evolução dos gêmeos estão “a mil”, se comunicando com todos.

Kelly Sotero, mãe de Maria Eduarda Sotero

Fico muito grata pela oportunidade de expressar a grande admiração que nossa família tem por esse profissional, Dr.Robinson Koji. Outubro é um mês muito especial pra nossa família, além de ser o mês do Dia das Crianças, é o mês que comemoramos a realização do Implante da nossa filha Maria Eduarda, que completa cinco anos dia 30/10.

Descobrimos a deficiência da Duda ela tinha seis meses de idade, acreditamos que ela tenha nascido ouvinte, mas que por conta do parto prematuro de 33 semanas, a icterícia, permanecia de um mês na UTI Neonatal e o uso de muitos medicamentos ototóxicos a prejudicaram a audição dela. Logo chegamos à DERDIC e o diagnóstico era mesmo – perda bilateral profunda. Fomos bem acolhidos e muito bem orientados. Tivemos ajuda de muitos profissionais, principalmente, as fonoaudiólogas. Bia Mendes e Aline Pessoa, que nos apresentou o implante coclear, já que o uso do ASSI não estava tendo bons resultados. Fizemos a inscrição pelo site da Fundação e logo fomos convocados a para começar o processo de avaliação.

Fomos muito bem acolhidos pela equipe toda. E tivemos a primeira consulta com o Dr. Koji. Ficamos impressionados com todas as orientações e pela paciência em nos explicar tudo sobre a cirurgia de forma tão clara. A maneira com que ele nos orientou, foi o ponto chave para tomarmos essa decisão. Realmente depositamos a confiança e tínhamos a plena certeza de que deveríamos fazer!

Dia 30/10/2007 foi realizada a cirurgia do implante e, como, na época, não eram todos os convênios que tinha a cobertura da Cirurgia, acreditamos que o Dr.Koji e sua equipe até se envolveram com toda a parte burocrática para a liberação da cirurgia pelo convenio.
Deu tudo mais do que certo, a recuperação foi super tranqüila, e como toda a ativação, não deixou de ser extremamente emocionante! A Dra. Valéria Goffi, também foi superatenciosa. Passamos por todo o processo de adaptação, a cada mapeamento vinham junto novas palavrinhas, novos encantos, novos sons sendo descobertos.

Hoje com sete anos Maria Eduarda é uma garotinha totalmente sociável, faz terapia com a fonoaudióloga Juliana Peralta, participa do Programa Espaço Escuta, estuda, adora brincar, tem vários amiguinhos e agora já até canta!!!

Não é uma batalha fácil, muitas vezes se torna sacrificante, cansativo, mas é gratificante, é recompensador. Nossa família, realmente, é muito grata por tudo que esse médico esse profissional representa na vida da nossa filha.

Somos gratos pela decisão que ele tomou abraçando essa profissão, pelo carinho e pelas expectativas que depositou em nossa filha, por acreditar que ela poderia ter uma vida o mais normal possível. Ele não é só um médico, ele é um medico com alma de “Anjo”!

Ana Maria Assumção, paciente com implante bilateral

Em março de 1995, descobri que ficaria totalmente surda dos dois ouvidos. Entre 2003 e 2004 já estava completamente surda do ouvido direito.E descobri o implante coclear. Me inscrevi em um hospital, onde fiquei aguardando três anos, sem conseguir nada. Aí, me cadastrei pela internet no Grupo de Implante Coclear.
Fui atendida pelo Dr. Koji que pediu que eu refizesse todos os exames. Com os resultados nas mãos – e as consultas pelo SUS – Dr. Koji disse que acreditava nos bons resultados do implante no meu caso. E, com muito cuidado, disse que eu não tivesse expectativas porque cada caso é único e, apesar de acreditar nos resultados, disse que eu teria que trabalhar muito para conseguir entender o que eu passaria a ouvir.
Pediu exames de cardiologia, pneumatologia, bucomaxilo e, com os exames prontos, me encaminhou para a cirurgia. Nessa época, também, avisou-me que estavam gravando um documentário para o Grupo de Implante Coclear e pediu minha autorização, que eu dei no mesmo momento.
Foi uma época muito difícil para mim. Eu me sentia vegetando, precisando de todos para realizar tarefas simples como atender um telefone, por exemplo. Vendo esse sofrimento, Dr. Koji empenhou-se com dedicação e carinho, cuidando do meu lado emocional para enfrentar os resultados da cirurgia. Ela aconteceu no dia 29 de outubro e aguardei 40 dias para ativar o implante, o que aconteceu como uma surpresa no Domingão do Faustão (esse era o documentário que eu tinha participado, o que me deixou muito feliz).
Depois da ativação, minha vida deu um giro de 180 graus. Hoje vou a festas, bailes, cinema, teatro e estudo inglês. Vou voltar a estudar música e cantar no coro da igreja. E tudo isso eu devo ao Dr. Koji e ao Grupo de Implante Coclear do HCFMUSP. Todas as vezes que eu progrido, vejo alegria nos olhos do Dr. Koji e da minha fonoaudióloga. Ele é um grande médico, dedicado a sua profissão, que ama seus pacientes e se entrega de coração para realizar cada implante como se fosse o primeiro, tomando todos os cuidados para que tudo dê certo. Ele tem um coração enorme e quero dizer para quem está iniciando o tratamento que pode entregar suas orelhinhas sem susto para o Dr. Koji e para o Grupo de Implante Coclear do HCFMUSP. Ele nunca vai levar alguém para o centro cirúrgico se tiver a certeza que podem tem um bom resultado com o implante. E todo o grupo conta com o esforço de cada um para depois da ativação.
Minha confiança é tão grande que vou fazer o bilateral. Não sei quando, mas vou. E com o Grupo de Implante Coclear, com o Dr. Koji, claro!

 

Priscila Andrade, mão de Ana Luiza

É uma alegria poder falar do Dr. Koji, além de ser um excelente profissional é um ser humano incrível. Para ele cada paciente é único!
Tanto ele como a Dra. Valéria Goffi sempre foram muito atenciosos e esclarecedores nas avaliações para a cirurgia do implante coclear da Ana Luiza, permitindo que confiássemos muito na equipe. No dia da cirurgia mais uma vez o Dr. Koji nos explicou o procedimento, conversou com muito carinho e paciência com a Ana Luiza, que também é uma fã desse médico maravilhoso.
Hoje tenho certeza que foi a nossa melhor decisão. Eu sempre brinco que hoje ela ouve até o som do vento. O implante coclear proporcionou uma melhora em tudo, na fala, na voz. Agora, ela ouve música, canta e interage muito melhor com todos. Isso é maravilhoso e graças a uma equipe competente e ao Dr. Koji, hoje (14/11/12) podemos comemorar 1 ano da cirurgia do implante coclear da Ana Luiza

Monica Mendonça, mãe de Marcelo Puche Junior

Sou Mônica Mendonça, mãe de Marcelo Puche Junior surdo implantado bilíngue e Laís Mendonça ouvinte.

Falar da equipe do HCFMSUP me emociona, me toca, me faz refletir sobre uma única palavra: GRATIDÃO!

Essa palavra tão singela define o que eu sinto por cada um de vcs, todos vcs. Todas as fonos que já atenderam o Marcelo, a querida Kellen ohhhh meu Deus quanta paciência com a ansiedade do Marcelo antes do IC, querida Ana Teresa tão carinhosa com os AASIS das cores q Marcelo pedia. Querida Paola, Ahhh Paola, quantos foram os mapeamentos minha querida, a psicóloga Larissa, no pós-operatório, foi lá dar um abraço no Marcelo mas ele estava fazendo raio X, então nos escreveu um bilhete carinhoso, ainda tenho seu bilhete guardadinho.

Agora falar do Dr. Robinson Koji é me levar ao extremo do meu ser e levantar minhas mãos ao céu e agradecer à Deus.

Me lembro das lindas e sinceras palavras dele um dia antes do IC do Marcelo.

Dia 16/12/08 confraternização de fim de ano do HC, no outro dia Marcelo seria implantado. Estávamos lá, encontramos o dr. Koji, ele olhou e falou: mãe está pronta? Eu respondi: sempre!

Ele olhou para o Marcelo e falou: será um trabalho árduo, vc está pronto!

Marcelo respondeu: sim!

À Deus toda a nossa gratidão pela vida do no nosso querido DR. Koji, sempre nos falou a verdade, nos tranquilizou e nos ajudou em tudo q precisamos.

Agradeço à Deus pela vida de todos da equipe que nesses 6 anos de IC, sempre estiveram prontos a nos ajudar!

Agradeço também a querida fono Valeria Oyangurem que ativou o IC do Marcelo e nos deu a felicidade de trazê-lo ao mundo dos sons.

 

Relato de uma mãe louca que mergulhou de cabeça em dois mundos pelo bem do seu filho!

Melhor parte de mim, ser mãe de um casal de filho.

 

Mônica Mendonça.

Priscila Lopes da Silva, Mãe de João Paulo

Sou mae do joao paulo meu filho fez a cirurgia dia 10/04/13 com a equipe do doutor Robison Koji. correu tudo bem o doutor foi um anjo que deus enviou para dar a oportunidade do joao ouvir estamos muito felizes com os resultados pois agora ele me ouvi quando bato palmas ,um grito é maravilhoso saber que meu filho nao é mais surdo pois como mae eu quero que ele seja feliz um grande abraço doutor koji e todos que deus deu esse dom de fazer o bem sem olhar a quem.

Priscila Lopes da Silva

Cláudia Lopez Azevedo

SAO PAULO / SP

Fiquei surda aos 31 anos, sou professora e literalmente fiquei desesperada. Por três anos tentei me adaptar aos aparelhos auditivos, porém nenhum me dava a qualidade que eu necessitava para poder exercer minha função de forma satisfatória. Por intermédio da internet conheci o Grupo do HC e me inscrevi para uma avaliação, como sou surda profunda, o mais indicado segundo os especialistas era o IC, com minha consulta agendada, comecei e minha avaliação e foi muito rápido, fui implantada e um mês após a cirurgia ativei o implante.

Foi uma redescoberta, os sons são bem diferentes, porém me acostumei também muito rápido e me adaptei de forma assombrosa, tanto que fazia programações para melhorar a qualidade do som quase que quinzenalmente. Estou implantada há dois anos e posso afirmar que foi a escolha mais feliz de minha vida, pois hoje escuto, posso interagir, e me sinto útil novamente, lógico que existem limitações, e algumas dificuldades, pois nunca será como era antes de perder a audição, porém melhorou minha vida em 80% e isso é uma benção.

Agradeço ao grupo, por ter me oportunizado tudo isso, ao Dr Koji pela cirurgia e pelas fonos que são maravilhosas, Kellen, Ana Tereza enfim todas que me auxiliaram e auxiliam em tudo que necessito, vocês são aençoados e não sabem a alegria que me proporcionaram, só posso agradecer a todos vocês.

 

Envie tambémseu depoimento para o email: portalotorrinolaringologia@gmail.com