Perguntas Freqüentes:

BAHA E PONTO:

Posso testar a prótese de condução óssea antes de decidir operar?
Sim! O processador de som pode ser conectado a uma bandagem de teste que é colocada em volta da cabeça. Isso permite que o paciente teste o processador de som em ambientes diferentes, tais como em casa, em conversa com os amigos, no trabalho etc.

O que é bastante interessante nas próteses implantáveis é a possibilidade de testar antes de fazer a cirurgia.

O fonoaudiólogo adapta um aparelho apoia do no osso atrás da orelha e o paciente consegue sentir como será sua audição após a cirurgia.


É possível utilizar o processador de som o tempo todo?
O processador de som pode ser utilizado durante todo o dia em todas as atividades normais. Ele deve ser retirado na hora de dormir, no banho e nos esportes aquáticos. Uma proteção especial pode ser necessária durante os esportes.


Quando eu posso retornar ao trabalho após a cirurgia?

Se a cirurgia ocorrer na parte da manhã, o paciente pode deixar o hospital à tarde. O retorno ao trabalho é após 10 a 14 dias.


As crianças precisam de cuidados especiais?
Não. As crianças com próteses de condução óssea devem ser tratadas como qualquer outra criança. Elas precisam ter boa higiene e ser supervisionadas pelos adultos responsáveis.


O processador de som  é compatível com celular/ telefone sem fio?
Sim, os processadores de som podem ser utilizados com telefones celulares. Nunca pressione o telefone contra o processador de som, pois isso pode causar problemas de microfonia. Para todos os processadores de som, a unidade de tele-bobina pode ser utilizada para telefones comuns se houver um telefone compatível com a bobina telefônica.


Prof Dr Robinson Koji Tsuji - CRM97471

CONSULTÓRIO:

Rua Capote Valente, 432 conjunto 14

Edificio Gan center - CEP 05409-000

Jardim América - São Paulo - SP

Fone: 11 38982210